Nissan Inicia Obras de Fábricas que Produzirão o LEAF e Baterias de Íon-lítio nos EUA

Situadas em Smyrna, Tennessee, plantas entrarão em operação em 2012

Curitiba - A Nissan lançou hoje a pedra fundamental da fábrica que irá montar baterias de íon-lítio para veículos elétricos. A nova planta está localizada em Smyrna, Tennessee, ao lado da unidade que será reformada para receber a linha de montagem do primeiro veículo 100% elétrico a ser produzido em massa, o Nissan LEAF. As duas começam a operar no início de 2012. A Nissan prevê que 1.300 empregos serão criados quando ambas atingirem a capacidade total, de 200 mil unidades/ano para baterias e de 150 mil unidades/ano do veículo elétrico. Com 120 mil m² de área, a fábrica de baterias será uma das maiores do segmento na América do Norte.

Segundo Carlos Ghosn, presidente e CEO da Nissan Motor Co., a empresa está comprometida com a mobilidade sustentável e acessível. "O que estamos fazendo aqui irá transformar radicalmente a experiência dos consumidores com automóveis. O dia de hoje é um grande passo no processo de criação de uma economia 'verde' nos Estados Unidos. A produção do Nissan LEAF e das baterias de íon-lítio em Smyrna traz o país mais perto da sua meta de independência em energia, de criar empregos 'verdes' e de sustentabilidade da indústria local. A Nissan é líder mundial em inovação na manufatura destas baterias, e esta fábrica de última geração irá fortalecer isso ainda mais."

Phil Bredesen, governador do Tennessee, ressaltou durante a cerimônia que o estado transformou-se em um líder nacional em energia limpa. "O comprometimento da Nissan em produzir estas baterias de alta tecnologia aqui é parte fundamental deste sucesso. O investimento da marca em nosso estado começou há duas décadas, e esta fábrica liderará o caminho para a próxima geração da indústria automobilística e para a criação de empregos na área de energias limpas", disse.

A construção da fábrica de baterias e a reforma da linha de montagem para a produção do LEAF em Smyrna terão investimentos de US$ 1,7 bilhão, com cerca de 80% do capital (US$ 1,4 bilhão) provenientes do empréstimo do Departamento de Energia dos Estados Unidos. Este dinheiro faz parte do Programa de Empréstimos para Produção de Veículos de Tecnologia Avançada, criado em 2007 com a Lei de Segurança e Independência de Energia, que recebeu recursos de US$ 25 bilhões do governo federal. O programa tem como objetivo acelerar o desenvolvimento de veículos e tecnologias que possam oferecer aos Estados Unidos a independência em energia, a criação de meios de transportes limpos e o estimulo à economia.

Desde 20 de abril, cerca de 13 mil norteamericanos fizeram reservas para a compra do Nissan LEAF. Este é o primeiro passo para assegurar um lugar na lista de compra do veículo. O Nissan LEAF começará a ser vendido em mercados previamente selecionados pela montadora, como Estados Unidos, Japão e Europa.

Inicialmente o Nissan LEAF será produzido na fábrica localizada na cidade de Oppama, no Japão, com baterias manufaturadas na unidade de Zama, no mesmo país. As baterias também serão produzidas em Cacia, Portugal, Sunderland, no Reino Unido, e Flins, na França. A Nissan está comprometida com o meio ambiente por meio do programa "Nissan Verde 2010", cujas prioridades são redução de emissões e ampliação da reciclagem.

 

# # #

Voltar ao Topo

Issued by Nissan