Nissan mostra no Salão do Automóvel que Brasil é peça importante em seu plano global

  • Extrem: primeiro carro-conceito da Nissan desenhado para o Brasil
  • Altima: quinta geração do sedã que trará elegância e tecnologia
  • Frontier: design renovado comemorando os 10 anos de produção no Brasil
  • March: série especial em comemoração aos Jogos Olímpicos no Brasil
  • LEAF Táxi: tecnologia do modelo 100% elétrico disponível nas ruas de São Paulo
  • Linha Nissan 2013: inovação japonesa para todos os brasileiros

São Paulo - Vivendo um momento intenso e inédito em sua história no País, com crescimento consistente nas vendas, nova fábrica em construção, ampliação da rede de concessionários e o patrocínio das Olimpíadas e Paralimpíadas Rio 2016™, a Nissan reafirma o Brasil como mercado estratégico em seu plano global de negócio e reflete seu comprometimento com o país em sua participação na 27ª edição do Salão Internacional do Automóvel de São Paulo. Os visitantes do Pavilhão do Anhembi terão contato com produtos e novidades que demonstram a seriedade da relação da marca com os brasileiros. Entre eles, estão o Extrem, primeiro carro-conceito criado e produzido no País com influências da cultura brasileira, e a quinta geração do Altima, sedã mais vendido da marca nos Estados Unidos, que será vendido no Brasil em 2013 e ampliará a linha da Nissan até o segmento de luxo. Além deles, o estande da Nissan contará com o LEAF Táxi, veículo 100% elétrico utilizado em projeto-piloto na cidade de São Paulo, e a nova geração do XTRONIC CVT®, ponto alto de duas décadas de inovação da Nissan com esse tipo de câmbio.

E para comemorar dois momentos importantes das atividades da Nissan no Brasil, duas novidades são apresentadas oficialmente no Salão deste ano: a Frontier 10 Anos, série especial que celebra a primeira década da produção da marca no Brasil, e o March Rio 2106, edição limitada alusiva ao patrocínio da Nissan aos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016™, dois dos grandes eventos esportivos que o País sediará nos próximos anos.  

A Nissan também irá expor sua linha de produtos, que inclui o Tiida hatch, a família Livina (Livina, X-Gear e Grand Livina, esta em versão adaptada para portadores de necessidades especiais), o sedã médio Sentra, que também conta com a nova série especial, a Special Edition, eo primeiro sedan compacto japonês do Brasil, o Versa.

###

Nissan Extrem: um carro pensado e produzido no Brasil para os brasileiros

A vibração, cor e emoção do Brasil foram capturadas no Nissan EXTREM, um carro-conceito radical que busca atrair os olhares de jovens (os de coração também) e dos entusiastas de automóveis. O Nissan EXTREM foi criado especialmente para o Brasil, sendo, inclusive, desenhado e desenvolvido no próprio país.

"O Nissan EXTREM tem dinâmica e design de grande impacto, que estão longe de ser conservadores. Ele foi criado com base na alta e crescente demanda de jovens profissionais do país, apaixonados por design e que se expressam pelo carro que dirigem. Esse utilitário esportivo de duas portas tem postura dinâmica, com um visual limpo e uma robustez latente para enfrentar a selva urbana de todos os dias", completa.

Concebido pelo Centro de Design da Nissan América (NDA), nos Estados Unidos, em parceria com designers brasileiros, e produzido no Brasil, o Nissan EXTREM antecipa um novo estilo para os automóveis. Reunindo versatilidade e resistência com a agilidade de um compacto 2+2, o Nissan EXTREM é também um novo gênero de esportivos compactos urbanos.

Sua apresentação no Salão Internacional do Automóvel de São Paulo ressalta o compromisso da Nissan com o Brasil. O País é um dos maiores mercados automotivos do mundo, onde a Nissan apresenta grande crescimento nas vendas. A empresa conquistou 2% de market share em 2011, dobrando suas vendas em relação ao ano de 2010, e visa alcançar 5% das vendas de veículos novos até 2016.

Os investimentos da Nissan no Brasil incluem também uma fábrica totalmente nova no Estado do Rio de Janeiro, na cidade de Resende, programada para iniciar a produção no primeiro semestre de 2014. Quando operar em sua capacidade plena, a nova planta produzirá 200 mil unidades por ano.

Embora seja um carro-conceito, sem planos de produção no momento, o Nissan EXTREM traz estilos de elementos que poderão inspirar os futuros produtos da Nissan, não apenas para o Brasil.

"Criamos o EXTREM para mostrar o quanto levamos a sério o Brasil. O EXTREM é provocativo, enérgico, envolvente e reflete a paixão, a inovação e a emoção que colocamos em todos os nosso carros" diz Christian Meunier, presidente da Nissan do Brasil.

Desde os primeiros estágios de seu desenvolvimento, a equipe de design por trás do EXTREM foi clara sobre a direção que o conceito deveria tomar: "Nós chamamos o EXTREM de pequena fera", afirma Robert Bauer, gerente Sênior do projeto no Centro de Design América. "Vemos o EXTREM como um verdadeiro carro de ‘rally’ urbano, um lutador forte de rua que pode lidar de forma ágil e confiante com a selva urbana."

Desde o início, o EXTREM foi considerado um projeto tão importante que sua inspiração veio diretamente do próprio Brasil. Embora a equipe do Nissan Design America estivesse baseada nos Estados Unidos, grande parte do tempo criativo do projeto foi desenvolvido principalmente em São Paulo. Os designers gerenciaram o projeto remotamente, mas desenvolveram o protótipo em clay (modelo em escala feito em argila) e digitalmente utilizando recursos locais em São Paulo.

O resultado é um conceito exótico e distinto para um novo gênero de veículo compacto esportivo, que tem uma silhueta única. A metade inferior elevada demonstra a sua força, enquanto a linha do teto fortemente inclinada sugere esportividade. A combinação de elementos inovadores, como o vidro envolvente, barras longitudinais no teto e pilares da coluna C destacados, aumentam a sensação de espaço interno e de um habitáculo mais arejado.

As linhas e superfície da carroceria transmitem sensação de robustez e agilidade com os para-lamas volumosos, definidos por vincos afiados. O EXTREM também possui um lado prático: as barras longitudinais no teto incorporam uma presilha para o transporte de carga, enquanto o exclusivo e único sistema see-through (veja através) da coluna A garante visibilidade extra aos ocupantes.

Faróis e lanternas são de LED, apresentando características do design atual da Nissan. Completando o vidro traseiro, o desenho das lanternas tem formato de uma barbatana em camadas, mostrando uma estrutura arejada e leve. Uma placa de alumínio, em relevo para reforçar a robustez, abriga o escapamento, que é montado centralmente.

Apesar da robustez, é possível identificar alta qualidade de refinamento e atenção aos detalhes. A maçaneta embutida nas portas, as lâmpadas laterais integradas, a montagem dos espelhos e as colunas A e B que criam um desenho contínuo, são exemplos disso.

O EXTREM possui espaço especial para as malas na parte traseira. Um sistema inteligente de duas camadas permite o armazenamento seguro, onde itens podem ser colocados embaixo de um compartimento exposto e removível, acessado pela porta traseira. Foi projetado com base no uso diário das pessoas, e se encaixa perfeitamente debaixo de uma travessa estrutural que adiciona rigidez extra ao modelo e acentua sua natureza esportiva.

A cor exclusiva "Solar Córtex" é um laranja metálico profundo com destaques radiantes e presta homenagem à natureza brasileira. Destaques brilhantes, que fornecem a sensação de ‘estalos’ de energia, podem ser encontrados na tampa de combustível, no gancho de reboque e nas rodas, acrescentando um visual rally urbano.

O teto é uma mistura de texturas brilhantes e foscas e foi inspirado em ícones gráficos brasileiros. As rodas de liga leve aro 19 têm duas camadas nos detalhes para passar sensação de volume, finalizadas com cor escura na parte interna e metal escovado no exterior e fornecem refrigeração aprimorada para os freios.

Utilizando a versatilidade da aclamada plataforma V - a mesma do March -, o EXTREM é mais alto, mais largo e mais longo que o primeiro compacto japonês do mercado brasileiro. A distância entreeixos é de 2.450 mm, a altura de 1.530 mm, o comprimento de 3.850 mm e a largura de 1.765 mm.

É equipado com o moderno e elogiado 1.6 turbocharger de injeção direta (DIG-T), o mesmo utilizado pelo conceito DeltaWing, monoposto projetado para correr a Le Mans Series gastando a metade de combustível. O EXTREM pode ser encontrado com tração dianteira ou ainda na versão com tração integral e Vetor de Torque para uma condução mais aprimorada.

"O EXTREM sugere que o design exótico, e que desperta desejo, não precisa ser exclusivo de carros caros. Design inovador e sofisticado podem ser unidos de forma inteligente e acessível. O EXTREM é o resultado desta possibilidade, abrindo um novo capítulo na nossa relação de design com o Brasil", disse Nakamura.

###

Redesenhado por dentro e por fora, Nissan Altima é uma das estrelas do Salão do Automóvel e da estratégia da empresa para o País

Lançada em junho nos Estados Unidos, a quinta geração do Nissan Altima faz sua primeira aparição no Brasil somente quatro meses depois. E a vinda ao evento mais importante do setor da América Latina não é por acaso: o modelo será a aposta da Nissan do Brasil para a disputa de segmentos superiores do mercado nacional em 2013, demonstrando que a marca tem uma linha completa, que vai do compacto de entrada ao modelo de luxo.  

Com o design totalmente renovado, o Nissan Altima vem superando as expectativas da Nissan nos Estados Unidos, onde é o carro mais vendido da marca. Em julho, primeiro mês completo de venda da nova geração naquele mercado, o sedã totalizou 26.602 unidades comercializadas, 24,7% superior ao mesmo mês do ano passado. Esse crescimento nos Estados Unidos é decorrente da boa aceitação do consumidor às linhas renovadas, que ficaram mais marcantes e fortes e da tecnologia embarcada.

Com entreeixos de 2,78 m, comprimento de 4,86 m, largura de 1,83 m e altura de 1,47 m, o Nissan Altima é equipado com o moderno 2.5 16V de quatro cilindros com duplo comando de válvulas no cabeçote (DOHC). Além do excelente desempenho, esse propulsor destaca-se por seu baixo consumo de gasolina, já que aproveita muito bem sua sincronicidade com a reconhecida - e muito elogiada - transmissão XTRONIC CVT® de última geração (veja mais detalhes adiante).

O novo Nissan Altima conta com moderno sistema de suspensão, independente na dianteira e independente tipo multibraços na traseira projetada para oferecer agilidade excepcional ao veículo.

No interior, uma das novidades foi a utilização do conceito "gravidade zero", com assentos desenhados exclusivamente para reduzir as cargas musculares na coluna vertebral de motoristas e passageiros, proporcionando muito mais conforto.

###

Nova geração do CVT® leva eficiência no consumo a novo patamar

Entre as novidades da Nissan no Salão do Automóvel está a nova geração da transmissão XTRONIC CVT® (continuamente variável). Uma unidade da caixa estará no estande da marca no Anhembi para que os visitantes possam conhecer seu funcionamento e benefícios. Mais compacta, eficiente e produzindo ainda menos ruídos, a nova geração representou um importante passo no objetivo da Nissan de melhorar a eficiência de consumo de combustível e a performance de seus veículos equipados com motor a combustão.

A nova geração consegue melhorar a economia de combustível em até 10%, pesando 13% menos e produzindo 40% menos atrito quando comparada aos câmbios CVTs anteriores​​. Ela também encurta em 20% as relações infinitas, indo a 7.0:1 (câmbios tradicionais chegam a 6:1). Com a possibilidade de maior encurtamento das polias, exige-se menos torque do motor, fazendo com que o motorista precise acelerar menos para tirar o veículo da imobilidade.

Combinado com o Adaptive Control Shift (que se adapta ao estilo de cada motorista e estrada), a nova geração XTRONIC CVT® melhorou as respostas nas saídas e em baixas velocidades, além de manter a rotação do motor baixa durante condução em altas velocidades, minimizando os ruídos.

Por meio da combinação de eixos com diâmetros menores com uma polia de formato novo, a gama de relações foi expandida com o aumento mínimo da distância axial. A relação 7.0 estabelece um novo marco para os câmbios CVTs em todo o mundo.

Para reduzir o atrito em até 40% foi adotada uma bomba de óleo mais compacta, obtida por meio da redução de perdas de óleo, da redução da pressão necessária e do uso de um óleo de baixa viscosidade especialmente formulado. Além disso, aproximadamente 60% ​​dos componentes foram modificados para contribuir com uma menor fricção.
 
O Adaptive Control Shift (ASC) percebe a velocidade, como cada motorista acelera e suas escolhas na condução. Com base nisso o sistema seleciona a relação ideal para condições específicas e intenções do motorista. O ASC dá ao motorista uma sensação mais direta da aceleração por meio da coordenação da rotação do motor com a velocidade do veículo assim que o ele aumenta a aceleração.

###

 Série Frontier "10 anos" celebra primeira década de produção da picape de verdade

Um dos destaques da Nissan no Salão do Automóvel de São Paulo, a linha da picape Frontier ganha a partir de novembro a série especial ‘10 anos’, que celebra uma década de produção do modelo e da marca no Brasil. A novidade traz um design diferenciado e vários equipamentos inéditos para o modelo. A Frontier ‘10 anos’ terá duas versões - SV Attack (com trações 4x2 e 4x4) e SL AT (4x4) -, com preços começando a R$ 95.990.

Na dianteira, a Nissan Frontier 10 Anos se diferencia pelos novos design do para-choque, mais encorpado, dos farois de neblina e da grade. Com as modificações no estilo, a picape forte de verdade ficou com visual ainda mais robusto. Outra novidade é o acabamento na cor ‘titanium’ no centro do para-choque, abaixo da placa de licença nas versões Attack, oferecendo um toque de esportividade ao modelo. A série especial conta com novo desenho das rodas de liga leve aro 16 - na versão SL o jogo é de 18 polegadas -, com visual mais esportivo, além de frisos na cor da carroceria e a logomarca "10 anos" que identifica a série no tapete e nas laterais. As lanternas traseiras ganham máscara negra (SV).

Por dentro diversos detalhes cromados e equipamentos diferenciados para a linha da picape, como novos desenhos da direção, do painel de instrumentos e do painel central, onde fica o ar-condicionado, além de bancos de couro com o logotipo ‘Frontier’; computador de bordo; ar-condicionado de duas zonas, que permite cada ocupante do banco dianteiro escolher a temperatura individualmente, e a chave presencial inteligente I-Key, comodidade também encontrada nas linhas Tiida, Sentra e Livina. A SL 4x4 AT tem ainda câmera de ré com visualização no console central, na mesma tela do novo sistema de áudio 2 DIN, que conta com Cd player, entrada auxiliar, USB, mp3 e comando de áudio e piloto automático no volante.

A versão SL 4x4 10 Anos conta também em sua lista de equipamentos com a tecnologia VDC (controle eletrônico de estabilidade), importante sistema de segurança. Airbag e freios ABS com distribuição eletrônica de frenagem (EBD) são itens de serie desde a versão de entrada.
A linha Nissan Frontier é equipada com o motor 2.5 16V turbodiesel, que atende às novas exigências brasileiras de emissões, em vigor desde o início do ano. As opções com tração integral são programadas para gerar potência de 190 cv a 3.600 rpm com torque máximo de 45,8 kgfm a 2 mil rpm, enquanto as 4x2 entregam 163 cv a 3.600 rpm a 41,09 kgfm a 2 mil rpm.

Produto que marcou o início das atividades industriais da marca no Brasil, a picape Nissan Frontier completa dez anos de produção este ano. Em uma década, mais de 80 mil unidades saíram da linha de montagem da Curitiba Veículos Utilitários (CVU), fábrica do Complexo Industrial Ayrton Senna, em São José dos Pinhais (PR). O modelo conquistou os brasileiros, com as vendas aumentando fortemente nos últimos anos, atingindo 255% de crescimento na comparação do acumulado de janeiro a setembro entre 2010 (5.433 unidades) e 2012 (13.925). Em agosto, a picape da Nissan atingiu o maior volume em um único mês desde o início da produção, em 2002, com 2.155 unidades comercializadas. "A série 10 Anos chega não apenas para manter o crescimento de vendas da Frontier, mas para reafirmar  mais um vez o nosso compromisso de fazer dela a melhor e mais competitiva picape da categoria", Tiago Castro, gerente de marketing de produto.

10 anos SV Attack (4x2: R$ 95.990 /4x4: R$ 104.190)

  • Motor turbodiesel 2.5 16V, de 163 cavalos (4x2)
  • Motor turbodiesel 2.5 16V, de 190 cavalos (4x4)
  • Direção hidráulica com ajuste de altura
  • Ar-condicionado
  • Rodas de liga leve aro 16 com novo desenho
  • Farois de neblina
  • Computador de bordo
  • Rádio com mp3, SD Card, entrada auxiliar
  • Alarme com telecomando
  • Freios ABS com EBD

10 anos SV 4x4 Attack (R$ 124.990)

  • Motor turbodiesel 2.5 16V, de 190 cavalos (4x4)
  • Controle de estabilidade (VDC)
  • Ar-condicionado de duas zonas
  • Conector para USB
  • 6 alto-falantes
  • Câmera traseira com visualização no console central
  • Rodas de liga leve aro 18 com novo desenho
  • Acabamento interno cromado
  • Controle automático de velocidade (piloto automático)

###

March ganha edição limitada alusiva ao patrocínio às Olimpíadas

Em mais uma ação relacionada ao patrocínio dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016, a Nissan apresenta oficialmente no Salão do Automóvel a edição limitada March Rio 2016. Com um atraente pacote de equipamentos, que agrega ainda mais conteúdos e valor ao primeiro compacto japonês do mercado brasileiro, a novidade será identificada pelo logotipo especial Rio 2016 na tampa do porta-malas e nas laterais.

O Nissan March Rio 2016 foi concebido com base em pesquisas com consumidores brasileiros e concessionários, o que reforça o compromisso da empresa ao oferecer produtos adequados aos clientes. Baseada na versão S - que vem de série com ar-condicionado, airbag duplo, trio elétrico, direção elétrica progressiva, entre outros itens, a novidade traz equipamentos como CD Player de tamanho 2DIN, rodas de liga leve aro 15, farois de neblina, banco em dois tons - preto e cinza - e maçanetas pintadas na cor do veículo. Será oferecida com os dois motores do modelo, o 1.0 16V e o 1.6 16V, de 74 cv e 111 cv, respectivamente.

Com um ano de mercado, o Nissan March é um sucesso de vendas, com mais de 35 mil unidades comercializadas desde setembro de 2011, quando foi lançado como peça fundamental para o crescimento da marca no país para os próximos anos. O compacto tem sido elogiado pela opinião pública pelo desempenho suave de motor, economia de combustível, design, espaço interno e ergonomia. E também pela crítica especializada, conquistando vários prêmios importantes das principais publicações como a melhor opção de compra do seu segmento.

###

LEAF Táxi: tecnologia Nissan de emissão zero para a mobilidade pública urbana

Primeiro veículo 100% elétrico produzido em série, e o mais vendido no mundo (mais de 40 mil unidades desde dezembro de 2010), o Nissan LEAF é a demonstração prática da alta tecnologia da engenharia da Nissan. Silencioso e com zero emissões, o modelo é vendido nos Estados Unidos, Japão e diversos países da Europa, onde conta com uma infraestrutura para recarga e incentivos de governos federais, estaduais e municipais. No Brasil, os consumidores puderam conhecer o modelo durante o "Nissan Inova Show", caravana itinerante de experiência de marca, que rodou o país por um ano oferecendo test drive para mais 9,7 mil pessoas. O novo passo da Nissan com o modelo no Brasil é a parceria com a Prefeitura de São Paulo, AES Eletropaulo e empresas de táxi da cidade. O resultado é o LEAF Táxi, que pode ser conferido pelos visitantes do Salão, no estande da Nissan.

Desde o início de junho, duas unidades do LEAF transformadas em táxi transportam passageiros na capital paulista dentro de um programa piloto para táxis elétricos, resultado do acordo de intenções firmado entre Prefeitura de São Paulo, Aliança Renault-Nissan e AES Eletropaulo em 2011 para estudar a viabilidade de carros elétricos na maior cidade do país. Desde então, mais de 2,5 mil passageiros tiveram a oportunidade de experimentar um novo conceito em mobilidade urbana. Os profissionais que conduzem as unidades em teste puderam comprovar a economia de "combustível" em mais de 50% em relação ao uso com gasolina. Até o fim do ano, mais seis unidades do LEAF Táxi começam a rodar na capital paulista.

O Nissan LEAF é movido a bateria de íon lítio, em 48 módulos compactos laminados, e um motor CA síncrono de grande resposta (80 kW) que gera 107 cv e um torque de 28,5 kgfm, proporcionando dirigibilidade similar a de um modelo com motor V6.

###

Amplo espaço interno e projeto moderno do Versa surpreendem consumidor brasileiro

Há menos de um ano no mercado brasileiro, o Nissan Versa segue o sucesso alcançado em outros países, como Estados Unidos, onde lidera o  segmento. Destaque em sua categoria também no Brasil por ser o primeiro sedan compacto japonês, o modelo caiu no gosto do consumidor ao oferecer projeto moderno e espaço fora do padrão. Em 11 meses de venda, o Nissan Versa tornou-se o carro de quase 19 mil brasileiros. A aprovação também é grande na crítica especializada, que tem elogiado o modelo pelo desempenho do moderno motor 1.6, equipamentos de série, baixo custo das revisões, conforto e excelente espaço interno.

O Nissan Versa é vendido em três versões: S, SV e SL, todas equipadas com o motor 1.6 16V Flex Fuel em alumínio, que conta com o sistema CVVTCS (Continuosly Variable Valve Timing Control System ou Sistema de Variação Contínua da Fase de Abertura das Válvulas), que colabora para melhor desempenho com economia de combustível. Esse propulsor desenvolve 111 cavalos a 5.600 rpm e entrega 15,1 kgfm a 4 mil rpm de torque.

Uma das vantagens do Nissan Versa sobre seus concorrentes diretos é o fato de ter sido planejado como sedan desde o início - ao contrário de outros veículos que são adaptados de sua versão hatch. Desde a versão de entrada, o modelo é equipado de série com itens importantes como acionamento elétrico dos vidros dianteiros, airbag duplo e direção com assistência elétrica progressiva. Além destes, o Nissan Versa traz de fábrica volante de três raios; banco do motorista com regulagens de altura; computador de bordo com funções autonomia, média de consumo e consumo instantâneo, dois odômetros parciais; console central longitudinal com porta objetos e três porta-copos (quatro a partir da intermediária SV); conta-giros; desembaçador do vidro traseiro com temporizador; iluminação interna central; para-sol com espelhos de cortesia para motorista e passageiro; tampa de combustível com abertura interna; abertura do porta-malas com acionamento por controle remoto; alarme de advertência sonoro para chave no contato e lanternas acesas; travamento automático das portas com o veículo em movimento e alarme perimétrico com acionamento por controle remoto.

###

Linha Livina: opções para diversos tipos de família  

Lançada em 2009, a linha Nissan Livina tem três opções para os diversos tipos de família: X-Gear, para as com espírito esportivo urbano, Grand Livina, para as grandes, já que conta com sete lugares, e Livina, para aquelas que necessitam de um carro espaçoso a um preço acessível. O Nissan Livina X-Gear alia características da família Livina, como espaço, conforto e custo-benefício, a um visual esportivo. Com comprimento de 4,27 metros, altura de 1,60 m e entreeixos de 2,60 metros, o modelo oferece 449 litros no compartimento de carga, um dos maiores da categoria - a mesma capacidade do Livina. Seu motor 1.8 16V de 126 cv a 5.200 rpm e torque máximo de 17,5 kgfm a 4.800 rpm também equipa o Livina e o Grand Livina. O câmbio é automático de quatro velocidades. De série vem com ar-condicionado digital, direção elétrica com assistência variável, chave inteligente I-Key, freios ABS e airbag duplo e painel com fundo branco
 
O Grand Livina e o Livina ganharam grade dianteira redesenhada na linha 2013, que ficou lisa e deixou o visual mais limpo e elegante. Além da frente modificada, todas as versões dos dois modelos ganharam quadro de instrumentos com fundo branco e, a partir da versão 1.6 S MT, rodas de liga leve aro 15 com novo desenho, rack de teto agora na cor prata (exclusivo para a versão SL) e a inclusão de frisos nas portas na cor da carroceria e maçanetas de abertura das portas na cor do veículo. Internamente, o Livina de entrada e a versão S têm novos tecidos dos bancos.

Os dois modelos por sinal, são excelentes opções para os portadores de necessidades especiais, podendo ser adaptados. A Nissan vende os carros com desconto e as modificações pedidas pelos clientes dentro do Programa Direção Especial, em vigor há três anos. No estande da Nissan no Salão, por exemplo, há um Grand Livina com adesivos do programa, pomo - uma boleta que facilita manobras - no volante, acelerador na mão e transmissão automática de quatro velocidades.

###

Special Edition oferece o melhor do Sentra

Pioneiro na introdução do motor flex com câmbio CVT® no Brasil, o Nissan Sentra recebeu na linha 2013 a opção dos farois e lanternas escurecidas e do sistema Bluetooth para as versões S e SL. Agora, é a vez do sedã médio ganhar a série Special Edition.

Baseada na versão S, a novidade oferece display colorido 4,3" no painel central, que exibe as informações do sistema de áudio e as imagens da câmera de ré, conexão USB e bancos em couro. Vem equipado com motor 2.0 16V bicombustível, que gera 143 cavalos a 5.200 rpm, independentemente do combustível (álcool/gasolina), e torque máximo de 20,3 kgfm até 2.400 rpm que conta com o sistema CVVTCS (de Continuosly Variable Valve Timing Control System ou variação da abertura das válvulas através de variador de fase).

###

Tiida hatch: confiável, espaçoso e completo

O Nissan Tiida é uma excelente opção em seu segmento e faixa de preço pelos benefícios ofertados, trazendo superioridade em diversos aspectos, como a excelência no acabamento, mais itens de série e maior espaço interno. Entre os itens de fábrica estão ar-condicionado; computador de bordo; direção elétrica com assistência variável; airbags frontais para motorista e passageiro; alarme de advertência sonoro para chave no contato; cinto de segurança com pré-tensionador e limitador de carga; além das rodas de liga leve aro 16.

Com acabamento superior e qualidade japonesa, o Nissan Tiida está disponível em três versões (1.8 S MT, 1.8 SL MT e 1.8 SL AT), todas equipadas com o motor 1.8 16V Flex de 126 cavalos quando abastecido a álcool e 125 cavalos a gasolina, ambos a 5.200 rpm. O torque é de 17,5 kgfm a 4.800 rpm com ambos os combustíveis e a taxa de compressão atinge 9,9:1.
 
O seu amplo espaço interno pode ser comparado a um carro de categoria superior, acomodando confortavelmente cinco pessoas. Isso porque traz 4.295 mm de comprimento e 1.551 mm de altura, enquanto seus concorrentes diretos trazem medidas inferiores. O hatch conta ainda com porta-malas com capacidade de 289 litros, podendo chegar a 463 litros nas versões SL, devido ao sistema de banco traseiro reclinável e deslizante.

O painel de instrumentos é de fácil leitura e a direção com assistência elétrica (EPS) leve em manobras de baixa velocidade e progressivamente firme em velocidade alta. Além disso, ela colabora para redução do consumo em até 3%, quando comparada aos sistemas hidráulicos. A cabine proporciona ampla visibilidade, que garante maior segurança também.

O sistema de suspensão (dianteira independente do tipo McPherson e traseira com eixo de torção, ambas com amortecedores de mecanismo "ripple-control") adaptado às condições de pavimentação brasileira, absorve com maior eficiência as ondulações do terreno proporcionando maior conforto e estabilidade.

 

###

Voltar ao Topo

Issued by Nissan